Diálogos do Filme “Quem foi que disse: sobre a vida e o viver”

(Traducido al español por Mauricio Cerda Lema)

Quem foi que disse: sobre a vida e o viver
Quién fue que dijo: sobre la vida y el vivir.

Pai, vem cá
Papá, ven para aca
Oi, que foi!
Si, que pasa!
Olha só, arqueólogos brasileiros encontram vestígios humanos de mais de 10 mil anos, é lá na fazenda daquele seu amigo – o Damasceno.
Mira, arqueólogos brasileños encontraron vestigios humanos con mas de 10 mil años, es en la hacienda de su amigo, Damasceno.
Que coisa incrível Mariana.
Que cosa increible Mariana.
Me leva lá, eu adoro aquela cachoeira.
Me lleva para allá, me gusto mucho esa cascada.
Eu vou ligar para ele, se der a gente vai.
Yo voy a telefonear para mi amigo, para ver si es posible ir.
O que é que eles estão fazendo, Rodrigo?
Rodrigo, que están haciendo ellos?
Eles estão escavando ossos humanos.
Ellos están excavando huesos humanos.
Como é que vocês descobriram isso ai?
Como ustedes decubrieron esto?
O Dono desta fazenda, o Sr Damasceno, resolveu fazer uma obra nesta região e achou determinados artefatos que ele não sabia exatamente o que era e resolveu chamar a gente. De maneira muito interessante ele não jogou fora e agora nós estamos escavando para ver do que realmente se trata.
El dueño de la hacienda, el Sr. Damasceno, resolvió hacer una obra en esta área y encontró algunos artefactos que el no sabia exactamente lo que era y decidió llamarnos. Felizmente el no descarto nada y ahora nosotros estamos aquí para saber de que trata todo esto realmente.
Qual a importância deste achado para a arqueologia brasileira?
Cual es la importancia de este descubrimiento para la arqueología brasileña?
Bem, isto é alguma coisa que a gente não sabe ainda. Nós estamos só no começo das escavações e portanto vai demorar um tempinho para que a gente possa entender exatamente o que se passou aqui, no passado.
Bien, esto es una cosa que nosotros todavía no sabemos. Nosotros estamos comenzando las excavaciones y por tanto va a de morar un poco para saber exactamente lo que aquí aconteció.
Você sabe me dizer por que as caveiras estão nesta posição, uma olhando para a outra?
Ustedes podrían decirme porque los cráneos se encuentren en esa posición, uno mirando al otro?
Eu acredito que isto faça parte de um ritual ou que seja um enterramento em grande escala, de uma família talvez, mas também pode ser um caso de amor.
Yo creo que esto hace parte de un ritual o sea un sepultamiento en grande escala. Posiblemente de una familia talvez, o tambien puede ser un caso de amor.
E esse osso ai em embaixo? Já tem alguma explicação?
Y ese hueso que esta ahi abajo? Ya tiene alguna explicación?
A gente está tentando entender mas parece que faz parte do ritual.
Estamos intentando entender pero parece que hace parte del ritual.
Foi o Sr que encontrou a primeira pedra aqui na escavação? Como foi que aconteceu?
Fue el Sr. que encontro la primera piedra aqui em la escavación? Como fue que ocurrio?
Nós “tava” cavando um buraco para fazer uma piscina, ai eu encontrei uma pedra diferente, ali no buraco, ai eu entreguei a pedra para o Sr Damasceno, que é o dono da fazenda. Mas na região a gente sempre encontra destas pedras de raio, aqui na região de santa Barbara.
Nosotros estábamos haciendo un hoyo para hacer una piscina, fue cuando encontré una piedra diferente, entonces entregué esa piedra para el Sr. Damasceno que es el dueño de la hacienda, pera la gente siempre encuentra de estas piedras, aquí en la región de Santa Bárbara.
O que vocês acharam além das pinturas rupestres? Você poderia falar um pouco sobre elas também?
Además de las pinturas rupestres? que otra cosa encontraron, podrían hablar sobre ellas también.
A gente encontrou uma variedade muito grande de artefatos. De varias epócas. Nós estamos ainda fazendo os croquis, fazendo o reconhecimento inicial para depois estar classificando. Por exemplo, aqui a gente já fez até uma reconstituição para saber como era este tipo de martelo. Temos aqui varias laminas de machado e só depois elas viram um machado, quando possuem um cabo encaixado.
Nosotros encontramos una gran variedad de artefactos. De varias epocas. Nosotros todavía estamos haciendo croquis de reconocimiento inicial para después clasificar. Por ejemplo, aquí nosotros ya hicimos hasta una reconstitución para saber como era este tipo de martillo. Tenemos aquí varias láminas de hacha que solo después ellas viran un hacha, cuando poseen un mango encajado
Entendi. E sobre as pinturas que vocês encontram na caverna aqui perto?
Entendi. Y sobre las pinturas que ustedes encontraron em la caverna aqui cerca?
As pinturas são bem enigmáticas, elas são bem curiosas. Nós temos uma variedade muito grande de tradições. Uma coisa inédita até, em termos de pinturas rupestres. Nós temos detalhes muito peculiares de várias regiões do Brasil misturadas ali mesmo, num quadro. Nós temos que reunir agora uma equipe de especialistas em arte rupestre para poder estar identificando melhor, para poder entender melhor o que estas cenas estão representando ali, principalmente pela variedade de tradições que são ali encontradas.
Las pinturas son bien enigmáticas, ellas son curiosas. Nosotros tenemos una gran variedad de tradiciones. Una cosa inédita hasta en términos de pinturas rupestres. Nosotros tenemos detalles muy peculiares de varias regiones del Brasil que encuentran mezcladas en un cuadro. Nosotros tenemos que reunirnos ahora con un equipo de especialistas en arte rupestre para poder estar identificando mejor, y para poder entender mejor estas escenas, principalmente por la gran variedad de tradiciones que son allí encontradas.
Pai, que povo era esse que morava aqui? O que eles queriam dizer com estas pinturas? E como eles chegaram aqui?
Papá, que pueblo era esse que habitaba aqui? Que querían decir ellos con esas pinturas? Como ellos llegaron aqui?
Filha, como você ouviu o arqueólogo dizendo, eles estão estudando ainda. Se você quiser eu posso te contar uma historia, você quer ouvir?
Hija, como tu escuchaste el arqueólogo, ellos están todavía estudiando Si tu quieres te puedo contar una historia, tu quieres escuchar?
Claro.
Claro
Mariana, vamos começar nossa historia pela evolução do Universo, desde o big-bang!
Mariana, vamos a comenzar con nuestra historia por la evolución del Universo, desde el big-bang!
O ponto de luz de onde tudo começou?
El punto de la luz donde todo comenzo?
Não sabemos se era um ponto ou se era um começo. De toda maneira, existem fortes evidencias que o universo está em expansão e que num passado remoto, há cerca de 14 bilhões de anos atrás, ele era mais condensado, mais quente e mais homogêneo. Depois se formou os primeiros átomos -hidrogênio e Helio – as estrelas, as galáxias e dentro de uma delas, o nosso sistema solar, destacando ai o planeta que habitamos – a terra.
No sabemos si era un punto o si era el comienzo. De todas maneras, existen fuertes evidencias que el universo se encuentra en expansión y que en un pasado remoto, cerca de 14 billones de años atrás este era más condensado, más caliente y más homogéneo. Después se formaron los primeros átomos – hidrogeno y helio – las estrellas, las galaxias y dentro de una de ellas, nuestro sistema solar, destacando así el planeta que habitamos – la tierra.
As evidencias mostram que o surgimento da vida na terra se deu em torno de 3, 8 bilhões de anos atrás e a diversidade biológica que vemos hoje é o resultado de um longo processo evolutivo.
Las evidencias muestran que el surgimiento de la vida en la tierra fue entorno de 3,8 billones de años atrás y la diversidad biológica que vemos hoy es el resultado de un largo proceso evolutivo.
Pai, isso eu já sei, eu já vi em vários desenhos e animações como as espécies evoluem, transformando-se uma nas outras até chegar no homem, a espécie mais evoluída.
Papa, eso ya lose, yo ya vi varios dibujos y animaciones como las especies evolucionan, transformándose en otras hasta llegar al hombre, la especie mas evolucionada.
Filha, este é um equívoco freqüente, um erro muito comum a respeito do processo evolutivo – as idéia de tansformismo e que o homem é o mais evoluído e o fim último da evolução.
Hija, este raciocinio es un equivoco frecuente, un error muy común con respecto al proceso evolutivo. La idea de transformismo y la idea que el hombre es el mas evolucionado, el fin ultimo de la evolución.
Volta o filme um pouquinho para que eu te mostre, com um exemplo, como o processo evolutivo não é linear, mas ramificado. Assim, o que melhor descreveria a evolução seria uma árvore muito ramificada. Os ramos que se quebram seria a extinção, o aparecimento lento e gradual de mais ramos, seria a formação de novas espécies.
Volvamos la película un poco, así yo te demostrare, con un ejemplo, como el proceso evolutivo no es linear, pero ramificado. Así, lo que mejor describiría la evolución seria un árbol bien ramificado.
Dessa forma, o aparecimento dos seres humanos nessa árvore não é nada mais que o aparecimento de mais um ramo, pequeno como todos os outros e nada singular ou notável, a não ser a nossa capacidade de poder falar sobre o processo.
De esta forma, el aparecimiento de los seres humanos en este árbol no es nada mas que el aparecimiento de una rama mas, pequeña como todos las otras y nada singular o notable, a no ser de nuestra capacidad de poder hablar sobre este proceso.
Falando nisso, hoje já se sabe que a África é o berço da humanidade e que todos os membros de nossa espécie, mais de seis bilhões de pessoas que vivem hoje no mundo, se derivaram de um pequeno grupo, simbolicamente representado por uma Eva genética.
Hablando de eso, hoy en día ya se sabe que en África es la cuna de la humanidad y que todos los miembros de nuestra especie, mas de seis billones de personas que viven hoy en el mundo, se derivo de un pequeño grupo, simbólicamente representado por una Eva genética.
Este grupo cresceu em número de indivíduos e durante milhares e milhares de anos, se deslocou, lento e gradualmente, ocupando hoje quase todos os pontos da terra.
Este grupo creció en numero de individuos y durante millares y millares de años, se disloco, lento y gradualmente, ocupando hoy casi todos los puntos de la tierra.
Baseado em dados sobre mudanças climáticas, vestígios arqueológicos e DNA mitocondrial, um pesquisador chamado Oppenheimer, imaginou as seguintes rotas de dispersão humana pelo mundo. Assim, o ser humano chegou ao que hoje denominamos de Índia, em torno de 80 mil anos atrás, uma parte grande desta população foi destruída pelas conseqüências da erupção de um enorme vulcão na Sumatra, depois essa população humana se reconstituiu, um grupo migrou para Austrália, outro para a Europa, em torno de 50 mil anos atrás, vários outros, deslocados de vários pontos da Ásia, chegaram a cruzar o Estreito de Behring, entre a Sibéria e o Alasca, em torno de 30 mil anos atrás, um grupo desceu pela América do Sul, no Brasil, um grupo se dirigiu para interior, um outro desceu próximo ao litoral, chegando em Lagoa Santa, Minas Gerais, onde os arqueólogos encontram um fóssil de uma mulher – apelidada de Luzia, datada de mais de 11 mil anos atrás e agora estamos nós dois aqui, em Santa Barbara, imaginando a história de mais uma mulher, que eu vou chamar Maria.
Basados em datos de cambios climaticos, vestigios arqueologicos y DNA mitocondrial, um investigador de nombre Oppenheimer imagino las siguientes rutas de dispersión humana por el mundo. Así el ser humano llego a lo que hoy en día llamamos India, entorno de 80 mil años atrás. Una gran parte de esta población fue destruida por las consecuencias de la erupción de un gran volcán situado en Sumatra, después esta población humana se reconstituyo, y un grupo migro para Austrália, y otro para a Europa, en torno de 50 mil años atrás, otros se dislocaron de varios puntos de Asia, llegaron a cruzar el estrecho de Behring, entre la Sibéria y Alaska, en torno de 30 mil años atrás, un grupo descendió por la América del Sur, en el Brasil, un grupo se dirigió para interior, otro descendió próximo al litoral, llegando al Lagoa Santa en Minas Gerais, donde los arqueólogos encontraron un fósil de una mujer – apodada de Luzia, datada en mas de 11 mil anos atrás e ahora estamos nosotros dos aquí, en Santa Barbara, imaginando la historia de otra mujer, que yo llamare de Maria.
Quem é você?
Quien es usted?
Você come carne de gente?
Tu comes carne humana?
Ele não fala!
El no habla!
Você quer carne de bicho?
Tu quieres carne de animal?
Morto …Morto
Muerto…muerto
Está morto! Está morto!
Esta muerto… esta muerto

O que é a morte?
Que es la muerte?
O fim da vida
El fin de la vida
O que é vida?
Que es lavida?
Eu não sei
Yo no lo se
Caraca pai, que viagem!
Caramba papá que viaje.
Você qostou, filha?
Te a gustado hija?
Sim, só não entendi uma coisa
Solo no entendi una cosa.
O quê?
Que?
O que é vida?
Que es la vida?
Isto é uma outra história
Esto es una otra historia.
Outra viagem?
Otro viaje?
Sim, mas agora contada por muitas vozes.
Si, pero ahora es contada con muchas voces.
O conceito de vida tem um papel integrativo na construção do conhecimento acadêmico em biologia e também do conhecimento escolar. Por isso, nos permite organizar nossas teorias e nossos modelos sobre os sistemas vivos bem como sobre as diferenças que esses sistemas têm com relação a outros sistemas físico-químicos que eu diria que são diferenças organizacionais.
El concepto de vida tiene un papel integracional en la construcción del conocimiento académico en biología y también del conocimiento escolar. Por eso nos permite organizar nuestras teorías y nuestros modelos sobre los sistemas vivos bien como sobre las diferencias que esos sistemas tienen con relación a otros sistemas físico-químicos que yo diría que son diferencias organizacionales.
Mas o que é uma organização? É a relação entre os componentes de uma unidade composta ou sistema que permanece constante durante uma deriva temporal.
Que es una organización? Es la relación entre los componentes de una unidad compuesta o sistema que permanece constante durante una deriva temporal.
Qual seria então a organização de uma roda? Pensar em roda, há de se fazer referencia a dois componentes: os pontos do arco, da circunferência, que são eqüidistantes de um centro. Esta é a organização da roda. Agora, vocês podem ver que esta roda de carro de boi é feita de madeira, esta de bicicleta é feita de metal e esta aqui é uma roda de carro e agora poderíamos generalizar e mostrar que uma mesma organização pode ser realizada por diferentes estruturas.
Cual seria entonces la organización de una rueda? Pensar en una rueda, tiene que hacerse referencia a dos componentes: Los puntos del arco, de la circunferencia, que son equidistantes de un centro. Esta es la organización de la rueda. Ahora, ustedes pueden ver que esta rueda de carreta de buey es hecha de madera, esta de bicicleta es hecha de metal y esta aquí es una rueda de automóvil y ahora podríamos generalizar y mostrar que una misma organización puede ser realizada por diferentes estructuras.
A vida, ou os seres vivos, possuem uma única organização embora eles possam ser, aparecer, surgir, com diferentes biomoléculas, com diferentes estratégias biomoleculares, realizando a mesma organização. Então o que eu tenho de descobrir para falar o que é vida ou o que é um ser vivo, é dizer que organização é esta. Uma organização que tem que dar conta de tudo que existe hoje, a biodiversidade – 5 a 20 milhões de espécies – de tudo que já existiu, e dar conta do primeiro organismo vivo que apareceu na terra. E se possível, tem que dar conta também, se existir vida em outro planeta, tem que ser explicada por ela, se a gente chamar aquilo de vida.
La vida, o los seres vivos, poseen una única organización sin embargo pueden existir, aparecer, surgir, con diferentes biomoléculas, con diferentes estrategias biomoléculares, realizando la misma organización. Entonces lo que yo tengo que descubrir para hablar lo que es la vida o que es un ser vivo, es decir que organización es esta. Una organización que tiene de dar cuenta de todo lo que existe hoy, la biodiversidade – 5 a 20 millones de especies – de todo lo que ya existió, y dar cuenta del primer organismo vivo que apareció en la tierra. Y si posible, tiene que dar cuenta también, si existir vida en otro planeta, tiene que ser explicada por ella, si podemos llamar aquello de vida.
Mas o que é um ser vivo?
Pero que es un ser vivo?
Um ser vivo? Num sei.
Un ser vivo? No se
É viver, trabalhar e ficar ricão.
Es vivir, trabajar y ser millonario
A diferença, é que quando está morto você fica no chão, e quando está vivo, você fica em pé.
La diferencia, es que cuando estas muerto tu estas en el suelo, y cuando estas vivo, tu estas de pie
Vivo é vivo. Morto é morto.
Vivo es vivo. Muerto es muerto.
Os livros didáticos do ensino fundamental no Brasil adoram esta fórmula: os seres vivos nascem, crescem, se reproduzem e morrem.
Los libros didácticas de enseño fundamental en Brasil les gusta esta formula: Los seres vivos nacen, crecen, se reproducen y mueren.
Antes, eu vou contar um pouquinho das coisas, antes todo mundo achava que o ser vivo era somente aquele ser que andava, mas hoje, com a ciência e a tecnologia, já descobriram que tudo que, vamos dizer assim: cresce, nasce, se reproduz e morre, pode ser chamado de ser vivo.
Antes, yo contare un poco sobre estas cosas, antes todo el mundo creía que el ser vivo era solamente aquel ser que andaba hoy, con la ciencia y la tecnología, ya se descubrió que todo, vamos a decir asi: Crece, nace, se reproduce y muere, puede ser llamado de ser vivo.
Ser vivo para mim, é um ser que se alimenta de outro e assim por diante, se reproduz…é isso aí.
Ser vivo para mi, es um ser que se alimenta de outro y asi em adelante, se reproduce.. si correcto.
Tem aquelas paradas que sempre ensinam para as crianças: nasce, cresce, se reproduz e morre mas eu não concordo com isto pois há seres vivos que não se reproduzem, né?
Tenemos aquellas cosas que siempre enseñan para los niños: nace, crece, se reproduce y muere pero yo no concuerdo con eso pues existen seres vivos que no se reproducen?
Vocês me perguntam o que é vida, a primeira coisa a considerar é que este termo não é exclusivo do vocabulário científico, biológico, ele vai atravessar os discursos humanos, nos mais variados extratos sociais, diferentes culturas, portanto é um termo prenhe de significado, têm múltiplos significados, alguns que são significados que interessam a ciência e outros que são significados de outras manifestações culturais, que não interessam tanto a ciência. Esta é a primeira coisa se reconhecer.
Ustedes me preguntan que es la vida, la primera cosa a considerar es que este termino no es un vocablo exclusivo científico, biológico, este va atravesar discursos humanos, en los mas variados extractos sociales, diferentes culturas, por tanto es un termino que tiene múltiples significados, algunos que interesan la ciencia, otros de otras manifestaciones culturales, que no interesan tanto a la ciencia. Esta es la primera cosa de reconocer.
Vida é alegria, disposição, é vida, vivacidade, calor, vida para mim é energia.
Vida es alegría, disposición, es vida, vivacidad, calor, vida para mi es energía.
A vida é energia que move os seres. Para mim, a vida é um sopro divino.
La vida es la energía que mueve a los seres. Para mi, la vida es un soplo divino.
A vida é algo que não tem dimensão, ela não necessariamente tem um começo e um fim, acredito que a vida seja um ciclo, quando um ser vivo morre, ele dá origem a outro ser vivo. Então, a vida é um ciclo de energia.
La vida es algo que no tiene dimensión, ella necesariamente no tiene un comienzo y un fin, acredito que la vida sea un ciclo, cuando un ser vivo muere, el da origen a otro ser vivo. Entonces, la vida es un ciclo de energía.
Eu acho que a vida acompanha o ser vivo. Ela só existe a partir do momento que o ser vivo está ali funcionando. Os processos bioquímicos estão acontecendo dando a esta entidade esta palavra vida. O ser vivo é a resultante de várias interações bioquímicas e biológicas.
Yo creo que la vida acompaña al ser vivo. Ella solo existe del momento que el ser vivo esta allí funcionando. Los procesos bioquímicos están aconteciendo dando a esta entidad esta palabra vida. El ser vivo es la resultante de varias interacciones bioquímicas y biológicas.
Biologicamente falando, um ser vivo é tudo que tem metabolismo próprio, que tem meios de subsistir, de conquistar um espaço e de se manter no meio. Vida, vida vai bem além, né! A vida vai além de metabolismo, além de moléculas e células. Há quem acredita e há quem não acredita, mas a vida pode se perpetuar por outras esferas de existência, além do mundo material.
Biológicamente hablando, un ser vivo es el que tiene metabolismo propio, que tiene medios para subsistir, para conquistar espacios y de mantenerse en el medio. Vida es mas que eso! La vida va más allá que el metabolismo y células. Hay quienes acreditan y los que no acreditan, pero la vida puede perpetuarse por otras esferas de existencia, mas allá del mundo material.
Eu acredito que ser vivo é todo aquele que consegue realizar suas funções vitais não importando em que meio ele esteja vivendo.
Yo acredito que un ser vivo es todo aquello que consigue realizar sus funciones vitales no importando en que medio en el cual este viviendo.
São organismos capazes de realizarem suas funções vitais, o metabolismo, como respiração, alimentação.
Son organismos capaces de realizar sus funciones vitales, lo metabolismo, como respiración, alimentación.
Metabolismo é essencialmente transformar, transformar exige que se capte, daí entra a propriedade fundamental do ser vivo que é de produzir suas próprias coisas, produzir-se, construir-se, construir-se significa, em termos moleculares, produzir proteínas, produzir RNA, DNA, estas coisas que só existem dentro dos seres vivos. Vida é um processo. Um processo de encadear atividades. Então o processo biológico faz parte do processo universal e é uma parte até grande. A gente tende a considerar que é uma parte muito especial, mas ela é grande. Veja você que, na Terra, as evidencias são que os seres vivos, a vida existe há 3, 5 bilhões de anos e a idéia que o universo tem pouco mais de 17 bilhões, então a vida já ocupou cerca de 20% do universo, em tempo.
Metabolismo es esencialmente transformar, transformar exige que se capte, así entra una propiedad fundamental del ser vivo que es de producir sus propias cosas, producirse, construirse, construirse significa, en términos moleculares, producir proteínas, producir RNA, DNA, estas cosas que solo existen dentro de los seres vivos. Vida es um proceso. Un proceso de encadenar actividades. Entonces el proceso biológico hace parte del proceso universal y es una parte grande. La gente tiende a considerar que es una parte muy especial, pero ella es grande. Tu puedes darte cuenta que en la Tierra las evidencias son que los seres vivos, ya existían hace 3, 5 billones de años y la idea de que el universo tiene un poco mas de 17 billones, entonces la vida ya ocupo cerca del 20% del universo, en el tiempo.
À medida que o universo foi se expandindo e se esfriando, se formaram as galaxias e dentro delas as estrêlas. Dentro destas estrelas, que no início eram formadas somente de hidrogênio e hélio, se formaram os elementos quimicos mais pesados. Dependendendo da idade da estrela e de sua massa, ela produz diferentes abundancias de elementos mais pesados e a partir de várias gerações de estrêlas, umas que morrem outras que esplodem, se formaram os elementos necessarios para a vida como o carbono, oxigenio, nitrogenio, enxofre, ferro e outros elementos. Então, pode se dizer, de alguma maneira, que a vida surge como consequência da evolucao do universo e da vida das próprias estrelas. Existe um cientista franco-canadense que disse que nós somos poeira das estrelas.
A medida que el universo se expande y se va enfriando, se crearon las galaxias y dentro de ellas se crearon las estrellas. Y dentro de esas estrellas que en el inicio eran formadas por hidrogeno y helio, es donde se formaron los otros elementos químicos necesarios para la vida, dependiendo de la edad y la masa de la estrella ella va a producir diferentes abundancias de elementos y a partir de varias generaciones de estrellas, unas estrellas que se mueren otras que explotan, es como se crean los otros elementos necesarios para la vida, como el carbono, oxigeno, nitrógeno, azufre, fierro y otros elementos. Entonces puede decirse de alguna manera que la vida surge como consecuencia de la evolución del universo y de la vida de las propias estrella, existe un científico franco-canadiense que dijo nosotros somos polvo de las estrellas.
Para mim o vírus é os dois, enquanto ele está fora da célula que ele está parasitando ele não é um ser vivo. Ele atua como se fosse mais um objeto, pois ele fica até na forma de cristal, ele não tem metabolismo, ele não desempenha nenhuma função fisiológica ou biológica. Mas na medida que ele entra em contato e fica dentro de uma célula hospedeira ali ele utiliza a CE lula hospedeira, todo o equipamento dela para produzir o seu metabolismo e então ele passaria a ser um ser vivo.
Para mi un virus puede ser los dos, en cuanto el esta afuera de la célula que el esta parasitando el no es un ser vivo. El actúa como se fuese mas un objeto pues el puede se quedar en la forma de cristal, el no tiene metabolismo, el no desempeña ninguna función fisiológica o biológica. Pero en la medida que el entra en contacto y entra al interior de una célula hospedera el utiliza esa célula hospedera para utilizar todo el equipamiento de ella para producir su metabolismo entonces el pasa hacer un ser vivo
Nossa usual visão sobre a vida é a de que ela é uma categoria tudo ou nada, um conceito classificatório, ou é vivo ou não é vivo, não tem nada no meio. Isto significa que quando a vida surge, ela surge com uma mudança qualitativa, não era vivo e passa a ser vivo. Agora, há maneiras de a gente explicar com conceitos que rompem com esta coisa discreta, tudo ou nada, e começa a ter um contínuo. São os conceitos que chamamos de comparativos. Assim, pode-se entender também que a vida pode ser pensada com um conceito comparativo, ou seja, as coisas são mais ou menos vivas. Nesta perspectiva, eu que trabalho com Gaia há cerca de oito anos, e sempre fui muito resistente a idéia de que a terra pudesse ser entendida como um ser vivo. Mas depois eu comecei a compreender que a minha compreensão de vida era do tipo tudo ou nada. Para um conceito tudo ou nada é meio difícil a terra ser viva porque ela não parece ter propriedades que a gente espera dos sistemas vivos. Agora, se eu realmente tratar com conceitos comparativos, que tem uma escala de mais ou menos vivo, ora, ao mesmo tempo em que a terra não é exatamente como um ser vivo típico que a gente conhece, ela também não é igual a uma chama. Ela possui características de homeostase, de manutenção de propriedades, que não são usuais nos outros sistemas deslocados do equilíbrio e que lembram, em alguma medida, mas não inteiramente, o que ocorre com os seres vivos. Então uma boa maneira de dizer é que a terra não é viva como os seres vivos são. Ela é menos viva do que os seres vivos, mas ela é mais viva do que uma chama.
Nuestra actual visión sobre la vida es la de aquella categoría de todo o nada, un concepto clasificatorio, esta vivo o no esta vivo, no tiene un término medio. Esto significa que cuando la vida surge ella surge con una mudanza cualitativa, lo que no era vivo pasa a estar vivo. Ahora, hay maneras de explicar con conceptos que rompen con esta cosa discreta, de todo o nada, y comienzan a tener un continuo. Son los conceptos que se llama de comparativos. Así, se puede entender también que la vida puede ser pensada con un concepto comparativo, o sea, las cosas son mas o menos vivas. En esta perspectiva, yo que trabajo con Gaia a cerca de ocho años, y siempre fui muy resistente a la idea de que la tierra pudiese ser entendida como un ser vivo. Pero después yo comencé a comprender mi entendimiento sobre la vida era del tipo todo o nada. Para un concepto de todo o nada es difícil que la tierra pueda estar viva porque ella no parece tener propiedades que la gente espera dos sistemas vivos. Ahora, se yo realmente tratara con conceptos comparativos, que tienen una escala de mas o menos vivos, al mismo tiempo en que la tierra no es exactamente como un ser vivo típico que la gente conoce, ella tamben no es igual a una llama. Ella posee características de homeostasis, de manutención de propiedades, que no son usuales en los otros sistemas dislocados de equilibrio y que recuerdan, en alguna medida, pero no enteramente, lo que ocurre con los seres vivos. Entonces una buena manera de decir es que la tierra no esta viva como los seres vivos. Ella es menos viva de que los seres vivos pero ella esta mas viva de que una llama.
Ser vivo, para mim, é tudo aquilo que tem autonomia, mas que tem, ao mesmo tempo, uma auto-preservação, tudo aquilo que busca se reproduzir, tudo aquilo busca alimento, tudo aquilo que busca se auto-preservar.
Ser vivo, para mí, es todo aquello que tiene autonomía pero que tiene, al mismo tiempo, una auto preservación, todo aquello que busca reproducirse, todo aquello que busca alimento, todo aquello que se busca auto-preservar.
Para mim o ser vivo é uma entidade biológica capaz de perpetuar a sua essência ao longo das gerações.
Para mí el ser vivo es una entidad biológica capaz de perpetuar su existencia a largo de las generaciones.
Quando a gente pensa em ciência, a gente também tem uma diversidade de maneiras para compreender o que é vida. Isto vai estar de acordo com uma grande diversidade de comunidades científicas, diferentes áreas do conhecimento, que vão explicar a vida de diferentes maneiras, por exemplo, para a biologia evolutiva o que é vida é aquilo que é capaz de evoluir por seleção natural, ou seja, são populações de organismos, de entidades, que exibem certas propriedades tais como fazer cópias de si mesmo, ter herança, variar e por isso tem a capacidade de evoluir por seleção natural. Se eu penso em termodinâmica, os sistemas vivos são aqueles que conseguem se manter fora do equilíbrio termodinâmico, mas que conseguem manter a sua ordem a partir da obtenção de matéria e energia do meio e da dissipação de energia térmica de volta para este meio.
Cuando la gente piensa en ciencia, la gente también tiene una diversidad de maneras para comprender lo que es la vida. Esto va estar de acuerdo con una grande diversidad de comunidades científicas, de diferentes áreas del conocimiento, que van a explicar la vida de diferentes maneras, por ejemplo, para la biología evolutiva lo que es vida es aquello que es capaz de evolucionar por selección natural, o sea, son poblaciones de organismos, de entidades que exhiben ciertas propiedades tais como hacen copias de si mismo, tienen herencia, varían e por eso tienen la capacidad de evolucionar por selección natural. Si yo pienso en termodinámica, los sistemas vivos son aquellos que consiguen se mantener fuera del equilibrio termodinámico, pero que consiguen mantener su orden a partir de la obtención de materia y energía del medio y de la disposición de energía térmica devuelta para este medio.
Se nós considerarmos que, ao que consta, se reações químicas acontecem em um determinado local e que estas reações começam a formar malhas cada vez mais complexas de interações, o que acontece no final é que esse sistema, no final, começa a exibir certas propriedades. Estas propriedades são comuns àquele conjunto, naquele dado momento e é isto que a gente chama de vida.
Se nosotros consideramos lo siguiente, que si reacciones químicas están aconteciendo en un determinado local y que estas reacciones comienzan a formar redes cada vez mas complejas de interacciones, lo que acontece al final es que este sistema comienza a exhibir ciertas propiedades. Estas propiedades son comunes aquel conjunto, de aquel momento, y es esto lo que la gente llama de vida.
Um ser vivo é uma entidade que é capaz de metabolismo, reprodução, respiração, ou seja, ele está continuamente retirando informação e energia do meio externo e devolvendo isto para o meio externo. Todo ser vivo é um ser aberto. Não existe nenhum ser vivo fechado em si.
Un ser vivo es una entidad que es capaz de tener metabolismo, reproducción, respiración, o sea, el esta continuamente retirando información y energía del medio externo. Todo ser vivo es un ser abierto. No existen ninguno ser vivo cerrado en si.
Os sistemas vivos são fechados operacionalmente. Eles têm um fechamento, uma clausura operacional, mas eles são termodinamicamente abertos. Ou seja, os seres vivos absorvem energia e matéria do meio ambiente. Elementos entram, ou seja, não é um sistema fechado no sentido de não interagir com elementos do meio, não é isto. Interage, captam energia, mas eles têm uma auto-produção, uma auto-referência. Então esta é uma roda d’água e esta roda d’água é para mostrar que, embora ela seja fechada, ela absorve energia potencial da água para se movimentar. Então, os seres vivos, mesmo com uma organização fechada, eles absorvem energia e esta energia é transformada em trabalho para aumentar a complexidade do ser vivo ou para manter sua própria organização. De alguma forma esta organização viva é uma produção de moléculas constitutivas da produção de moléculas constitutivas que formam uma dinâmica metabólica e uma fronteira, formando um local, um lócus, onde tal coleção de moléculas existe como uma totalidade.
Los sistemas vivos son cerrados operacionalmente. Ellos están cerrados, una clausura operacional, pero ellos son termodinámicamente abiertos. O sea, los seres vivos absorben energía y materia del medio ambiente. Elementos entran, o sea, no es un sistema cerrado en sentido de no interaccionar con elementos del medio, no es esto. Interacciona, capta energía pero ellos tienen una auto producción, una auto-referencia. Entonces esta es una rueda de agua, y esta rueda de agua es para demostrar que, sin embargo ella este cerrada, ella absorbe energía potencial da agua para moverse. Entonces, los seres vivos, mismo con una organización cerrada, ellos absorben energía y esta energía es transformada en trabajo para aumentar la complejidad del ser vivo o para mantener su propia organización. De alguna forma esta organización viva es una producción de moléculas constitutivas que forman una dinámica metabólica y una frontera, formando un local, un locus, donde tal colección de moléculas existe como una totalidad.
A vida pode ser definida como uma rede de interações moleculares, concatenadas, que produzem continuamente duas coisas:
a) os próprios componentes que participam das interações e das transformações desta rede;
b) a fronteira física que dá forma e a esta rede, criando sua topologia no espaço físico.
La vida puede ser definida como una red de interacciones moleculares ínter ligadas, que producen continuamente dos cosas:
a) Los propios componentes que participan de las interacciones y transformaciones de esta red;
b) La frontera física que da forma y esta red, creando su topología en el espacio físico.
Eu aprendi na escola que os seres vivos nascem, crescem, se reproduzem e morrem. Isto está errado?
Yo aprendí en la escuela que los seres vivos nacen, crecen, se reproducen y mueren, Esto esta errado?
Não, lá em casa você vai ver!
No, en casa vamos hablar de esto!
Falar isto não é suficiente para explicar! Isto é que é o ponto chave disto. Porque uma explicação é sempre a proposição de um mecanismo gerativo que posto a operar, gera o fenômeno que se quer explicar.
Hablar de esto no es suficiente para explicar! Eso es el punto clave de esto. Porque una explicación es siempre una proposición de un mecanismo generativo que puesto a funcionar, genera un fenómeno que se quiere explicar.
Olha, as estrelas também nascem, crescem e morrem mas não são seres vivos, o fogo pode nascer, crescer, se reproduzir mas se a gente fizer assim, ele morre e não é um ser vivo. Existe um ciclone que está localizado no sul do planeta Júpiter, que é chamado de mancha vermelha de Júpiter. Este ciclone movimenta há mais de 300 anos, absorve matéria e energia do meio, continua a se desenvolver, mas não é um ser vivo. A mula, como vocês sabem, é o cruzamento de um jumento com uma égua e as mulas são estéreis, ou seja, elas não se reproduzem, mas estão vivas. Eu tenho uma tia que não casou, não arrumou um marido, mas ela está viva. Padre também, pelo menos alguns, possuem vocação religiosa, mas …estão vivos. O problema é que quando a gente faz a pergunta; o que é um ser vivo? E o outro vem com uma resposta que é uma lista ou uma listagem de predicados, de características sobre o vivo, fica difícil de saber quão grande deve ser esta lista para contemplar toda a biodiversidade do planeta, que como vocês sabem, está entre 5 a 20 milhões de espécies, hoje, contemporaneamente, mas isto representa 0,1% ou menos de 1% de todas as espécies que já foram extintas e que existiram na terra desde a origem da vida, que está calculada em torno de 3, 8 bilhões de anos.
Mira, las estrellas también nacen, crecen y mueren pero no son seres vivos, el fuego puede nacer, crecer, se reproduce pero si la gente hace eso, el muere y no es un ser vivo. Existe un ciclón que está localizado en el sur del planeta Júpiter, que es llamado de mancha roja de Júpiter. Este ciclón se mueve a mas de 300 años, absorbe materia y energía del medio, y continua desarrollándose, pero el no es un ser vivo. La mula, como ustedes conocen, es el resultado del cruzamiento entre un burro y una yegua y las mulas son estériles, o sea, ellas no se reproducen pero están vivas. Yo tengo una tía que no se caso, no encontró un marido, pero ella está viva. Los padres también, por lo menos algunos, poseen vocación religiosa, pero están vivos. El problema es que cuando las personas hacen la pregunta; que es un ser vivo? Entonces vienen con una respuesta que es una lista de predicados, de características sobre lo que esta vivo, entonces es difícil de saber cuan grande debe ser esa lista para contemplar toda la biodiversidad del planeta, que como ustedes saben, está entre 5 a 20 millones de especies, hoy en día, contemporáneamente, pero esto representa 0,1% o menos de 1% de todas las especies que ya fueron extintas y que existieron en la tierra desde el origen de la vida, que está calculada en torno de 3, 8 billones de años.
Quando você fala do modelo autopoiético, esse modelo não leva em consideração as moléculas de DNA, RNA e nem a necessidade da presença da água para haver vida. A gente sabe hoje em dia que a NASA busca água em outros planetas para verificar se naquele planeta existe vida ou não. O senhor acha que é necessário a presença de água para haver vida?
Cuando usted habla del modelo autopoiético, ese modelo no lleva en consideración las moléculas de DNA, RNA y ni la necesidad de la presencia de la agua para que haya vida. La gente sabe hoy en día que la NASA busca agua en otros planetas para verificar si hay vida. El señor cree que es necesario la presencia de agua para existir vida?
Para este modelo aqui, o modelo da autopoiese, o modelo não faz referencia a nenhuma biomolécula. Em qualquer lugar do universo que tiver um sistema que interaja e que, numa certa dinâmica, produza seus próprios elementos, e que crie um fronteira que separe esse sistema do seu entorno, pode ser chamado de vida. É certo que a autopoiese, como ela leva em conta as trocas, a importância das trocas, foi por isso que eu disse que é termodinamicamente aberto, a mobilidade molecular dos líquidos facilitam estas trocas. Tendo em vista que quando a vida foi configurada na terra a água foi fundamental – e até com uma certa salinidade que nós mantemos até hoje – a água hoje é essencial à vida, na terra. É claro que a pressuposição da maioria dos cientistas é que, se for procurar vida em outro planeta, há de se procurar primeiramente por água. Esta é uma boa pista, mas não deveria ser a única. Porque, para este modelo, poderia se pensar um outro líquido como amônia ou outro qualquer.
Para este modelo aquí, el modelo de autopoiesis, el modelo no hace referencia a ninguna biomolécula. En cualquier lugar del universo que tenga un sistema que interaccione y que en una cierta dinámica, produzca sus propios elementos, y que cree una frontera que separe ese sistema de su entorno, puede ser llamado de vida. Es cierto que la autopoiesis, como ella lleva en cuenta los intercambios, la importancia de los intercambios, fue por eso que yo hable que es termodinámicamente abierto, la movilidad molecular de los líquidos facilitan estos intercambios. Teniendo en vista que cuando la vida fue configurada en la tierra el agua fue fundamental, y hasta con una cierta salinidad que nosotros mantenemos hasta hoy en día, el agua hoy es esencial para la vida, en la tierra. Es claro que la presuposición de la mayoría de los científicos, es que si se realiza una búsqueda de vida en otro planeta, de debe buscar agua primeramente. Esta es una buena pista, pero no debería ser la única. Porque, para este modelo, se podria pensar em otro líquido como amonia o otro cualquiera.
Como esta questão da vida é tão complicada, como se faz para tratar este tema na escola?
Como esta cuestión de la vida es tan complicada, como se hace para tratar este tema en la escuela?
Mas qual questão? A vida?
Pero cual es la pregunta? La vida?
Sim, das várias origens, criacionismo.. evolucionismo, das várias maneiras de tratar este tema?
Si, de los varios orígenes, creacionismo..evolucionismo, de las varias maneras de tratar este tema?
No meu modo de ver, seria importante estar discutindo com os alunos e com a escola o seguinte: de um lado, a gente não pode, a priori, negar a religiosidade de ninguém. De outro, a escola, ou a escola laica, não precisa engendrar ou institucionalizar uma educação religiosa de um tipo só. Para conciliar estas duas coisas no meu modo ver, é tentar mostrar aos próprios alunos o que é um sistema explicativo para que eles possam construir, por eles mesmos, as suas crenças e entender os seus próprios sistemas de crenças.
A mi modo de ver, seria importante estar discutiendo con los alumnos y con la escuela lo siguiente: de un lado, la gente no puede, a priori, negar la religiosidad de nadie. Por otra parte, la escuela laica, no precisa enseñar o institucionalizar una educación religiosa de un solo tipo. Para conciliar estas dos cosas, a mi modo de ver, es tentar mostrar a los propios alumnos lo que es un sistema explicativo para que ellos puedan construir, por ellos mismos, sus creencias y entender sus propios sistemas de creencias.
O que me preocupa nesta discussão entre religião e ciência é a confusão. É a pessoa não entender que ela está tratando de um tipo de discurso ou de outro tipo de discurso. O conhecimento humano não pode querer ter o estatuto de verdade absoluta. Nós somos seres limitados. Nós nunca vamos compreender exatamente como as coisas são. Então nós precisamos deflacionar, diminuir o ímpeto da gente com a noção de verdade e entender que a gente tem distintas maneiras de explicar o mundo e que estas maneiras são úteis para realizar coisas diferentes, cumprir tarefas cognitivas diferentes na nossa espécie. Freqüentemente, que tem a idéia de verdade absoluta vira um fundamentalista e vira um proselitista, o sujeito que quer a todo instante converter o resto do mundo. Só para fechar, dois exemplos de proselitistas: vou dar primeiro um exemplo científico, Richard Dawkins, querendo argumentar em seu último livro Deus, um delírio, que o conceito de Deus é uma alucinação coletiva da espécie humana, e dando a este discurso uma autoridade de um discurso científico. Eu acredito no naturalismo metafísico também, eu sou ateu, mas isto sou eu, é a minha crença pessoal e eu não posso dar a minha crença pessoal uma autoridade a um discurso que é intersubjetivo, de todo um grupo de pessoas que produzem conhecimento. O fundamentalista borra isto muito facilmente. Ele vira um proselitista, uma pessoa que dá a sua visão pessoal uma autoridade que ele não tem. Agora um exemplo religioso, o pessoal do “Intelligent Design” quer construir uma pseudo teoria científica, quando no fundo, no fundo, é uma maneira de travestir ou de caricaturar um criacionismo como se fosse uma teoria científica. É a mesma coisa, está invadindo o domínio do outro, dando a idéia de que o outro não sabe e você sabe das coisas então você borra as fronteiras. É preciso entender isto, discursos diferentes, diferentes fronteiras. A gente tem de demarcar, diferenciar esses discursos ensinando as pessoas para que elas tenham uma visão mais sofisticada do conhecimento.
Lo que me preocupa de esta discusión entre religión y ciencia es la confusión. Es que la persona no entienda que ella está tratando con un tipo de discurso o de otro tipo de discurso. El conocimiento humano no puede querer tener el estatuto de la verdad absoluta. Nosotros somos seres limitados. Nosotros nunca vamos compreender exactamente como las cosas son. Entonces nosotros precisamos disminuir el ímpetu de la gente con la noción de verdad y entender que la gente tiene distintas maneras de explicar el mundo y que estas maneras son útiles para realizar cosas diferentes, cumplir tareas cognitivas diferentes para nuestra especie. Frecuentemente, quien tiene la idea de verdad absoluta se torna un fundamentalista y se torna un proselitista, o sujeto que quiere a todo instante convertir a todo el resto del mundo. Solo para encerrar, dos ejemplos de proselitistas: voy dar primero un ejemplo científico, Richard Dawkins, queriendo argumentar en su último libro Dios, un delirio, que el concepto de Dios es una alucinación colectiva de la especie humana, y dando a este discurso una autoridad de un discurso científico. Yo acredito en el naturalismo metafísico también, yo soy ateo, pero así soy yo, es mi creencia personal y yo no puedo dar mía creencia personal una autoridad de discurso que es ínter subjetivo, de todo un grupo de personas que producen conocimiento. El fundamentalista borra esto muy facilmente. El se torna un proselitista, uma persona que entrega su visión personal com uma autoridade que no tiene. Ahora un ejemplo religioso, los autores do “Intelligent Design” que quiere construir una pseudo teoría científica, cuando en el fondo, del fondo, es una manera de travestir o de caricaturar un creacionismo como se fuese una teoría científica. Es la misma cosa, que está invadiendo el dominio de otro, dando la idea de que el otro no sabe y tu sabes de las cosas entonces tu borras las fronteras. Es preciso entender esto, discursos diferentes, diferentes fronteras. Las personas tienen que demarcar, diferenciar esos discursos enseñando a las personas para que ellas tengan una visión mas sofisticada del conocimiento.
Então o senhor concorda que não há uma resposta para este assunto?
Entonces el señor concuerda que no hay uma respuesta para este asunto?
Aline está falando – então não há resposta para este assunto.
Aline esta hablando – entonces no hay una respuesta para este asunto.
Por enquanto!
Por encuanto!!
Para o que é vida?
Para que es la vida?
Não, eu propus uma resposta.
No, yo propuse una respuesta.
Mas com todo esse estudo o senhor acha que haverá uma resposta concreta, que todos vão aceitar?
Pero com todo esse estudio el señor cree que existira uma respuesta concreta, que todos vamos aceptar?
Não, no meu modo de ver as diferentes culturas estão sempre produzindo verdades e, portanto, as coisas não se passam assim. Nem na própria ciência, ela está sempre em busca. Há uma diferença, Aline, os cientistas não se prendem a nenhum princípio e a nenhuma verdade pré-estabelecida. Eles estão sempre em busca. Agora, nunca se pode, ao fazer uma proposição, falar: cheguei a uma verdade final.
No, a mi modo de ver las diferentes culturas están siempre produciendo verdades y por tanto, las cosas no se pasan así. Ni dentro de la propia ciencia, ella esta siempre en búsqueda. Existe una diferencia Aline, los científicos no se prenden a ningún principio y ninguna verdad pre-establecida. Ellos están siempre en la búsqueda. Ahora nunca se puede, al hacer una proposición, hablar: llegué a una verdad final.
Porque o senhor dá tanta enfase à questão da linguagem?
Porque el señor esta dando tanto énfasis a la cuestión del lenguaje?
Porque a pergunta zero é: como que nós, uma classe de seres vivos, podemos fazer perguntas? Esta história é longa, precisaríamos de um outro seminário, de uma outra fala, mas que é importante, que é a questão da linguagem, o que é a linguagem, quando é que ela surge. A linguagem, como você sabe, é uma coordenação de coordenação condutual consensual e nós estamos imersos neste processo de coordenar as nossas ações, uns com os outros, consensualmente, há alguns milhares de anos, e nesse devir na linguagem é que nós nos tornamos humanos no sentido que nós podemos, ao contrário dos outros animais, sair do eterno presente e, assim, poder falar sobre o passado, fazer conjecturas sobre o futuro, criar expectativas para o futuro, construir o nosso futuro, configurar o nosso futuro, mas ao mesmo tempo, problematizar as coisas, problematizar o mundo, e até fazer perguntas como estas: O que é vida? O que é um ser vivo?
Porque la pregunta cero es: como que nosotros, una clase de seres vivos, podemos hacer preguntas? Esta historia es larga, precisaríamos de otro seminario, o de una otra conversa, pero lo que es importante, es la cuestión del lenguaje, que es el lenguaje, cuando este nace. El lenguaje, como tu sabes, es una coordinación de coordinación conductual consensual y nosotros estamos inmersos en esto proceso de coordinar nuestras acciones, unos con otros, consensualmente, hace algunos millares de años, y en ese devenir con el lenguaje que nos tornamos humanos en el sentido que nosotros podemos, al contrario de los otros animales, salir del eterno presente y, así, poder hablar sobre el pasado, hacer conjeturas sobre o futuro, criar expectativas para el futuro, construir el nuestro futuro, configurar nuestro futuro, pero al mismo tiempo, problematisar las cosas, problematisar el mundo, y hasta hacer preguntas como estas: Que es la vida? Que es un ser vivo?
Eu sou um doente terminal em conseqüencia de haver operado o coração fiquei com quatro anos de sobrevida e a medicina tenta me levar um pouco mais adiante. Se existe vida há 3,8 bilhões de anos qual a estimativa da vida humana na face da terra?
Yo soy un enfermo terminal en consecuencia de haber operado el corazón quede con cuatro años de sobrevida y la medicina intenta llevarme un poco mas adelante. Si existe vida hace 3,8 billones de años cual seria la estimativa de la vida humana en face de la tierra.
Se a gente pegasse um relógio e concentrasse nesse relógio, em um dia, os bilhões de anos de vida na terra, o homem aparece nos últimos segundos, mas já fizemos um estrago danado. Vamos tentar configurar o mundo agora em um lugar bom de se viver, sabendo que: na vida, nós estamos sempre aceitando ou rejeitando explicações e isto não é trivial, porque aceitar ou rejeitar explicações é aceitar ou rejeitar um tipo de mundo. Nós, seres humanos, estamos, a todos os instantes, configurando o mundo que nós vivemos por isso a aceitabilidade não é trivial, as explicações não são triviais, e nós estamos configurando o nosso mundo a todo instante.
Si la gente tomase un reloj y se concentra en ese reloj, en un día, los billones de años de vida en la tierra. Los hombres aparecen en los últimos segundos pero ya hicimos un gran daño. Vamos intentar configurar el mundo ahora en un lugar adecuado para vivir, sabiendo: que en la vida, nosotros estamos siempre aceptando o rechazando explicaciones y esto no es trivial, porque aceptar o rechazar explicaciones es aceptar o rechazar un tipo de mundo. Nosotros, seres humanos, estamos, a todos los instantes, configurando el mundo que nosotros vivemos por eso la aceptabilidad no es trivial, las explicaciones no son triviales, y nosotros estamos configurando nuestro mundo a todo instante.
Ah! Agora eu entendi o que a professora quis dizer com seleção natural. Os seres vivos são selecionados pelo meio ambiente e aqueles que estão mais adaptados sobrevivem mais, não é isto?
É isto sim, filha. Mas isto também pode ser problematizado!
Ah, isto não!
Ah! Ahora yo entendí lo que la profesora quiso decir con la selección natural. Los seres son seleccionados por el medio ambiente y aquellos que están mas adaptados sobreviven, es esto?
Esto es así si, hija. Pero esto tambien puede ser problematizado!
Ah, esto no!!
Você não diria que a ação do caminhar modifica o caminho. Como diz o poeta, o caminho se faz ao caminhar!
Tu no dirías que la acción de caminar modifica el camino. Como a dijo el poeta, el camino se hace al caminar!
Você está querendo insinuar que o ser vivo além de produzir a si mesmo também produz o mundo em que ele vive?
Usted esta queriendo insinuar que el ser vivo además de reproducirse a si mismo también produce el mundo en que el vive?
Tire suas próprias conclusões a partir do que está acontecendo com a nossa espécie!
Saque sus propias concluciones a partir de loque esta aconteciendo com nuestra especie
Ah, agora você vai problematizar a questão do aquecimento global, da pobreza, da poluição, da fome e da guerra?
Ah, ahora tu vas a problematizar la cuestión del calentamiento global, de la pobreza, polución, del hambre y de la guerra?
Eu não vou problematizar nada. Foi você quem problematizou. Foi você que disse!
Yo no voy a problematizar nada. Fuiste tu la que problematizo. Fue lo que tu que dijiste!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s