Enquanto produtores de cinema e amantes da arte, acreditamos que a experiência de assistir filmes e outras obras em audiovisual é de enorme importância para o exercício pleno na cidadania posto que o cinema conduz o espectador a múltiplos afetos e reflexões, tanto sobre o filme, quanto sobre sua própria existência. Considerando que: (a) muitos brasileiros são portadores de deficiência visual e, portanto, necessitam da audiodescrição como recurso para desfrutarem da sétima arte e (b) a audiodescrição, enquanto mediação intersemiótica, busca converter um sistema de signos (imagens) em outro (palavras), torna-se fundamental o aprimoramento da mediação sonora-imagética das audiodescrições, através da pesquisa teórica e experimental.

%d blogueiros gostam disto: