A arte cinematográfica e o ensino de ciências no Brasil.

Resumo
A inter-relação entre cinema, educação e ciência foi inaugurada em 1902, com o filme de ficção científica intitulado “Le voyage dans la lune” de Georges Méliés, baseado no romance homônimo de Júlio Verne (Cunha & Giordin, 2009). De lá para cá, o cinema se consolidou como veiculo de comunicação de massa, projetando imagens e criando representações sobre quase todos os temas, incluindo a ciência, os cientistas e suas invenções. É a partir dos referenciais simbólicos construídos pelo cinema que uma boa parte da sociedade vislumbra, concebe e julga os cientistas e o fazer da ciência, seja como uma atividade humana como outra qualquer, contudo diferenciada, seja como uma atividade estereotipada, salvacionista ou nefasta (Oliveira, 2007)…


Como citar?

Andrade, L.A.B.; Silva, E.P. & Teixeira, G.A.P. 2012.
A arte cinematográfica e o ensino de ciências no Brasil. In: Proceeding Book of the 3rd International Conference on New Horizons in Education (INTE-2012). Pp. 164-171. Prague, Czech Republic: June 5-7, 2012. (ISSN: 2146-7358);

Disponível em: A arte cinematográfica e o ensino de ciências no Brasil

A arte cinematográfica e o ensino de ciências no Brasil


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s